sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Pastor culpa pacto com o diabo por terremoto; Casa Branca critica

da Folha Online
O pastor americano Pat Robertson, dono do canal "Christian Broadcasting Network", disse ontem que a tragédia provocada pelo terremoto de terça-feira no Haiti foi decorrente do "pacto com o diabo" que setores da população fizeram para que o país se tornasse independente da França.
A declaração --mais um no rol de Robertson, famoso por fazer discursos polêmicos em seu canal de TV-- causou uma série de críticas, incluindo da própria Casa Branca.
Google atualiza imagens do Earth sobre terremoto no Haiti
República Dominicana flexibiliza controle na fronteira para facilitar ajuda ao Haiti
Brasileiros já doaram R$ 314 mil para ajudar Haiti; veja como doar

Kevin Wolf/AP
O pastor americano Pat Robertson, para quem tremor é castigo por pacto com diabo
O pastor americano Pat Robertson, para quem tremor é castigo por pacto com diabo

Em seu programa de ontem, segundo alguns meios de comunicação americanos, ele insinuou que os problemas que atingem o Haiti --tanto a pobreza como o próprio terremoto de terça-- são frutos de uma "maldição" que paira sobre o país caribenho.
Essa "maldição" seria o resultado de um "pacto com o diabo" feito por haitianos que desejavam que o país se tornasse independente da França --o que ocorreu em 1804.
"Os haitianos estavam sob o jugo da França [...]. Eles se uniram e fizeram um pacto com o diabo. Disseram: 'Serviremos a ti caso nos liberte da França'", declarou o pastor.
A reação foi quase imediata. David Walters, editor de uma coluna religiosa do "Washington Post", classificou como "vergonhoso" alguém sugerir que Deus ou as pessoas pobres do Haiti têm alguma relação com as causas da tragédia.
Hoje, foi a vez do porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, criticar o controverso pastor.
"Nunca deixo de me espantar que, em tempos de grande sofrimento humano, alguém diga algo que possa ser tão absolutamente estúpido", disse Gibbs.
Já Valerie Jarrett, uma das principais conselheiras do presidente Barack Obama, disse em entrevista ao canal ABC que a opinião de Robertson não reflete o que pensa o povo americano e o presidente.
Com agências internacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário