sábado, 9 de janeiro de 2010

Deputados tentam convencer presidente da Câmara do DF a não reassumir o cargo

Representantes da Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal estão reunidos neste momento no Gama, a cerca de 40 quilômetros do centro de Brasília, para tentar definir a situação do presidente da Casa, Leonardo Prudente (sem partido), flagrado em um vídeo da Operação Caixa de Pandora recebendo dinheiro supostamente de propina e colocando nos bolsos do paletó e nas meias.

O comando da Mesa, que tentou manter o encontro em sigilo, busca convencer Prudente a desistir de retornar à presidência da Câmara na próxima segunda-feira (11), no início dos trabalhos legislativos deste ano.

Após a divulgação do vídeo em que aparece colocando dinheiros nas meias, Prudente decidiu se licenciar do cargo. Em seu lugar assumiu o vice-presidente, Cabo Patrício (PT). No entanto, ainda durante o recesso parlamentar, Prudente anunciou que retornaria ao posto.

Hoje (8), após reunião da bancada do PT na Casa, Cabo Patrício afirmou que tentaria convencer Prudente a se manter afastado da presidência até o fim das investigações. Em minoria na Câmara Distrital, a oposição tenta convencer distritais governistas a manter as investigações iniciadas na Casa em relação ao governador José Roberto Arruda, e seu vice, Paulo Octávio, ambos acusados pela Polícia Federal de envolvimento no esquema de suposta corrupção no DF.

A Direção da Casa e assessores dos parlamentares mantiveram o local da reunião em segredo com a de um encontro informal. A imprensa só foi informada do endereço durante entrevista coletiva concedida pelo deputado distrital Paulo Tadeu (PT).

Do Diário de Pernambuco / Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário